a
a

BallasCast – Episódio 102 – 10 Lições do Improviso pra Vida

EPISÓDIO 102 - 10 LIÇÕES DO IMPROVISO PARA A VIDA.


Senhoras e senhores, ladies and geeeentlemans, madames et messieurs, iconoclastas e iconoclastos, o que que é isso, hein? Está comçando mais um…


BALLASCAAST…


MÚÚÚSICAAA!!!


Olá, olá, olá, seja iconoclasticamente bem-vindo ao BallasCast!


Este vai ser o primeiro episódio de 2019, estava de férias, então semana passada não tivemos o episódio, então o episódio de hoje vai estar muito, muito, muito, muito legal…


Hoje eu vou falar sobre ensinamentos que o improviso pode trazer para a sua vida, é…


Para quem me acompanha aqui sabe, que eu falo bastante sobre improviso, e que eu descobri depois de muitos anos praticando e fazendo, que o improviso além de ser uma linguagem, uma técnica, ele também é uma maneira de ver o mundo, uma maneira de olhar para a vida, um way of life!


Então hoje eu vou comentar um artigo que o Claudio Amado colocou num grupo que ele tem, chamado Amado Impro, que está lá no Facebook, que é um grupo para improvisadores, você pode pedir para entrar lá, e ver o conteúdo dele, é muito legal, muito bacana, é um improvisador do Rio de Janeiro. E eu vou comentar este artigo que uma americana colocou, falando sobre lições que o improviso pode trazer para sua vida, e nosso episódio começa N-O-W!


10 LIÇÕES DO IMPROVISO PARA A VIDA.


(Música)


Então hoje eu vou falar de um artigo da Kim Quindlen, que saiu no site Thought Catalog (Pensamentos Catalogados), ela é uma improvisadora de Chicago. Chicago tem uma história muito forte de improviso, né? Uma das escolas grandes de improviso, vem lá de Chicago, e ela escreveu esse artigo que ela chamou em inglês de “30 One-Sentence Improv Lessons Anybody Can Practice To Live A Happier Life“,  e hoje eu vou falar das 10 lições, ela escreveu 30, mas eu vou fazer 3 episódios separados, para você poder ouvir um, ouvir o outro e ouvir o outro, falando sobre lições que o improviso pode ensinar para qualquer pessoa praticar na vida dela, e ter uma vida mais feliz. A happier life!


Então, vamos que vamos!


Eu vou começar falando da introdução que ela dá para o próprio artigo, onde ela fala que improviso é um gênero teatral onde tudo é criado na hora, os personagens, a trama, a situação, todos os aspectos relativos a história são feitos ali na hora, no momento presente, e nunca mais vai se repetir, isso é uma característica do teatro de improviso, você vai assistir um espetáculo que é único e irrepetível.


E muitos improvisadores fazem parecer que é fácil, mas leva muitos anos de prática, perseverança e espetáculos para isso, eu costumo dizer que o improviso não se improvisa, muito pelo contrário, a gente precisa saber muito do assunto sobre o qual a gente vai improvisar, no nosso caso, improviso teatral…


E ela continua… “Embora o conteúdo ensinado nas aulas de improviso seja específico para o impro“, né? Como eles chamam lá, “Suas lições podem ser aplicadas no dia a dia, e se forem exercitadas podem levar uma vida mais engajada, recompensadora e feliz para você, aqui vão as lições”.


(Música)



  1. “The most important thing is to be truthful”


Eu vou ler o original em inglês, e depois vou fazer a minha tradução.


“A coisa mais importante é ser verdadeiro”, no improviso a coisa que a gente fala que é a nº 1, é você ser autêntico, você ser você, você está ali fazendo com tudo, sem estar preocupado com nada, está ali no momento presente, no aqui agora, então é importante essa verdade, quanto mais verdadeiro for o improvisador melhor vai ser a nossa cena, e mais o público vai acompanhar, vai torcer, vai ser cúmplice dele. Vale para a nossa vida, né? Quanto mais formos autênticos e verdadeiros nas nossas vidas, mais plenos seremos!


(Música)


Nº 2 “Vulnerability makes you strong, not weak.”


Olha que poderosa essa!


“A vulnerabilidade te faz forte, não fraco”, a gente trabalha muito no improviso a vulnerabilidade, no palhaço então é uma das regras de ouro, é uma das essências do trabalho do palhaço, é você estar ali, vulnerável, aberto, disponível, e ao contrário do que a gente pensa, isso pode parecer que a gente está fraco, que a gente está ali menor, mas não! Isso vai te deixar muito forte e poderoso, tal como na vida!


(Música)


Nº 3 “Listen to the person in front of you, instead of thinking about what you’re going to say next.”


Isso é muito legal, vale muito para quem trabalha em empresa e para quem faz reunião.


“Escute a pessoa na sua frente, em vez de ficar pensando em o que você vai dizer em seguida”, quando a gente está criando uma cena, está co-criando ali no momento presente, no aqui agora, o nosso trabalho ali, é escutar exatamente o que ela está dizendo, qual a proposta dela, qual a ideia, onde ela quer chegar, realmente escutar e deixar os nossos pensamentos ir embora. A gente não tem que ficar fazendo a cena com o cara que está falando e pensado o que eu vou fazer na sequência, “Já sei, eu vou responder isso”, “Não eu vou falar outra coisa”, Não, eu vou levar…” Não! Este é um dos erros do improviso, e vale para a nossa vida. Quantas reuniões você já não viu que uma pessoa falou uma coisa e na sequência outra pessoa atropelou e falou “É, pode ser! Mas também”, e de repente a pessoa falou uma coisa que não tem nada a ver, claramente ela não estava ouvindo o que estava sendo dito. É muito comum a gente, ao invés de ouvir as pessoas falando, estar pensando no que a gente vai falar, então trabalhe esse desapego, abandone momentaneamente suas ideias e esteja inteiro para o seu parceiro!


(Música)


Nº4 “Say what you feel!”


“Fale o que você sente”, olha que bonito isso!


No improviso, como a gente está trabalhando ser autêntico, ser sincero, você pode falar o que você sente, enquanto personagem lá, você vai dizer tudo o que você está sentindo ali na hora, no momento e o seu parceiro vai lidar, vai jogar com aquilo. Na nossa vida também, né? Quando a gente fala o que a gente sente, quando a gente abre o nosso coração mais plenos e felizes somos no nosso dia a dia, com os nossos colegas, nossos parceiros, com as nossas relações, etc.


(Música)


Nº 5 “Mean what you say”


“Faça o que diz!”


Precisa explicar?!


Faça o que você diz, ponto final!


(Música)


Nº 6 “Nothing is as infectious as watching joyful people do what they love.”


Olha que profundo essa!


“Nada é mais contagiante do que assitir pessoas felizes fazendo o que amam.”


No improviso, quanto mais você está feliz, quanto mais você está gostando daquela cena, quanto mais você vai estar vibrando ali, mais o seu parceiro vai gostar, mais o público vai gostar e mais todo o povo que estiver lá, vai ser feliz. O mesmo serve para o nosso trabalho, se a gente está trabalhando, fazendo aquilo com afinco, com alegria, com felicidade, mais todo mundo vai ser contagiado por isso!


(Música)


Nº 7 “When you make others look good, you look good”


Olha essa que exercício de empatia, que tácito!


“Quando você faz os outros brilharem, você brilha também”, no improviso uma das regras que a gente, né? Que a gente costuma falar para os alunos novos, é “Você tem que fazer o seu parceiro brilhar, você tem que dar a luz para o outro, se todo mundo num conjunto, e num coletivo, tiver esse olhar, esse ponto de vista, esse way of life, todo mundo vai brilhar junto e o grupo coletivo vai brilhar junto também, e consequentemente você vai ser agraciado, vai ser recompensado por isso também”. Então o exercício começa de você, você fazer o seu parceiro, o seu colega brilhar!


(Música)


Nº 8 “Go after that which scares you the most, it’s your heart trying to tell you something.”


Essa é mais difícil e mais minuciosa!


“Vá na direção do que te assusta, é o seu coração te dizendo alguma coisa”, no improviso a gente costuma dizer que a gente tem que ir atrás do que amedronta a gente, porque lá tem alguma coisa interessante, lá tem alguma coisa que pulsa, lá tem alguma coisa que vibra… Se uma cena o improvisador fala “Olha só, eu estou ouvindo um barulho de um leão”, a cena seguinte tem que ser um encontro dele com um leão, ele não pode fugir do leão, ele não pode sair pela tangente, ele não pode ir embora, não… Ele tem que encontrar o leão, face the lion, entre em contato com esse medo, vai com tudo, algo incrível vai acontecer, porque tem algo vibrando e pulsando lá.


(Música)


Nº 9 “Be kind, even to those you cannot to stand”


Olha que interessante essa!


“Seja gentil, mesmo com aquele que você não gosta”, as vezes acontece, um improvisador que você gosta menos, um parceiro que você tem menos afinidade, menos cumplicidade, você tem que ser gentil, você tem que ser bondoso, você tem que fazer ele brilhar ainda assim, é um grande exercício que a gente trabalha no improviso, eu não jogo o tempo todo com os meus amigos, as vezes eu jogo com um desconhecido, um cara que eu nunca vi na vida. Então eu tenho que tirar o meu julgamento, tirar o meu filtro e ser gentil, fazer ele brilhar, improvisar com tudo, mesmo com alguém que eu não gosto.


(Música)


E finalmente nº 10 “Get out of your head and live in this very moment!”


Essa é muito boa pra vida!


“Get out of your head and live in this very moment!”


“Saia da sua cabeça, e viva o momento”, saia do racional e viva o instante, o aqui agora, se todos nós praticarmos isso no nosso dia a dia, na nossa vida, no nosso trabalho, nas nossas relações, com certeza seremos pessoas mais criativas, olharemos mais uns nos olhos dos outros, escutaremos mais o outro, faremos ele brilhar… A gente vai ser pleno porque a gente vai estar vivendo o momento presente, o aqui agora, o instante, que no fim das contas é o que importa.


Sendo assim terminamos o nosso episódio NOW!


(Música)


Muito bem, muito bem, muito bem, chegamos ao final de mais um episódio (AAAHHH), mas na segunda feira que vem tem mais (EEEHHH).


E se você quer ver o artigo inteiro, como é que ele está escrito inglês e tudo, eu vou colocar no grupo do Facebook… “Ah, mas Ballas, eu ainda não sou do grupo do Facebook ainda”, entra lá no grupo do Facebook, é um grupo que tem pouquíssimas coisas, eu coloco alguns conteúdos que eu não dá para colocar aqui, porque é áudio, eu vou colocar esse artigo na íntegra, vou colocar o site para quem quiser ver mais, e quem quiser ler em inglês também, e colocarei all puts there, ill be there, all see there…


And now, vamos ao nosso momento merchan


“Ballas, eu achei muito legal essa lição de improviso, eu queria aprender para a minha vida também, vocês dão curso de improviso? Como é que é, hein? Quero me inscrever!”


É fácil! Agora dia 9 de fevereiro vai ter um sabadão, intensivão de improviso para qualquer pessoa aqui em SP, as inscrições são feitas pelo Simpla, quem quiser saber mais entra na casadohumor.com.br


É isso aí!


Muito obrigado pesa sua audiência, pela sua sapiência, pela sua sabedoria, por estar aqui, feliz 2019 pra vocês ladies and gentlemans!


Djfhrieopwsçdlfkr


Groepsdçlfkr


mfkroepwcvmgfkrle


Bye bye!


Comentários

Loading Facebook Comments ...